sábado, 23 de junho de 2018

VEREADOR DUDU OTTONI PEDE INFORMAÇÕES SOBRE O FUNDO DE ASSISTÊNCIA AO TRÂNSITO



O vereador Dudu Ottoni enviou ao Executivo um Requerimento solicitando informações sobre a arrecadação e aplicação dos recursos do Fundo de Assistência ao Trânsito – Fatran
Criado em 2001, por meio da Lei Municipal nº 3.562, o Fatran tem como objetivo a captação de recursos financeiros destinados a promover o desenvolvimento do trânsito no município de Varginha.
Em seu requerimento, o vereador pediu informações sobre os investimentos que foram realizados nas áreas de fiscalização, sinalização, engenharia de tráfego e educação no trânsito desde a criação do fundo.  Dudu pediu ainda, esclarecimentos sobre a estimativa de arrecadação em 2018 com a aplicação de multas de trânsito lavradas no município e com o sistema de estacionamento rotativo remunerado, além de informações quanto à publicidade dos valores arrecadados e dispensados pelas ações do Fatran.
“O objetivo desse requerimento é verificar o cumprimento da legislação municipal e também verificar se os recursos do município estão sendo devidamente aplicados, além de levar essas informações ao conhecimento de toda população”, finaliza.

Câmara arquiva proposta que reduz a carga tributária sobre telefonia móvel pré-paga

Will Shutter/Câmara dos Deputados
Audiência pública sobre o contrabando, o descaminho e a falsificação de produtos e seus impactos econômicos e sociais no Brasil. Dep. Renato Molling (PP - RS)
Renato Molling: a proposta envolve benefício fiscal sem apresentar estimativas de renúncia de receita e sem atender demais requisitos da LRF
A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados rejeitou o Projeto de Lei 5107/13, do deputado Aureo (SD-RJ), que reduz a carga tributária incidente sobre o custo das ligações de telefonia móvel pré-paga. O texto prevê alíquota zero de PIS/Pasep e isenta as operadoras de telefonia do pagamento de três fundos e duas contribuições incidentes no preço de cada ligação.
A rejeição ao texto foi pedida pelo relator na comissão, deputado Renato Molling (PP-RS), por incompatibilidade e inadequação orçamentária e financeira. Este tipo de rejeição implica o arquivamento do projeto, mas cabe recurso ao Plenário da Câmara. O texto também foi rejeitado pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.
“A proposta envolve benefício fiscal sem que tenham sido apresentadas as estimativas de renúncia de receita e sem que tenham sido atendidos os demais requisitos exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal [Lei Complementar 101/00], acarretando risco ao cumprimento das metas fiscais para o presente e os dois próximos exercícios, estabelecidas na Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2018 [Lei 13.473/17]”, explicou o relator.
Isenções
O objetivo da proposta, segundo o deputado Aureo, era aliviar a carga tributária sobre os serviços pré-pagos de telefonia móvel, que representam mais de 80% dos acessos em operação no País.
Segundo a proposta, as operadoras ficariam isentas de contribuir para os fundos de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust, instituído pela Lei 9.998/00); de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel, instituído pela Lei 5.070/66); e para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funtel, instituído pela Lei 10.052/00).
Além disso, ficariam isentas as contribuições para o Fomento da Radiodifusão Pública (instituída pela Lei 11.652/08) e para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional (Condecine, instituída pela Medida Provisória 2.228-1/01).

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Reportagem – Ralph Machado 
Edição – Pierre Triboli

Unicamp


Lançamento do Atlas da Migração Refugiada compõe série de atividades marcando a data dedicada a esses migrantes
  


Nova área terá 260 m² e vai permitir cirurgias nas áreas de ortopedia, neurocirurgia, otorrinolaringologia, cirurgia plástica e odontologia, entre outras




Final da competição vai ser realizada no próximo dia 5, no auditório da FCM



A pesquisa “Análise clínica e funcional por meio de manometria anorretal em pacientes portadores de câncer retal pré e pós-terapia neoadjuvante”, de Cláudia Luciana Fratta, fisioterapeuta e aluna de pós-graduação da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, ganhou o prêmio de melhor trabalho apresentado durante o IV Congresso Paulista de Coloproctologia, ocorrido em Campinas no mês de abril. O estudo avaliou os efeitos da radioterapia na função anorretal em 33 portadores de neoplasia de reto. De acordo com a pesquisa, o emprego de terapia neoadjuvante associou-se com redução dos valores de pressão média de repouso e da pressão máxima de contração do canal anal e não está associada a alteração clínicas do grau de incontinência, independente da altura da lesão.

Curso online gratuito de Higiene e Segurança nas Escolas

Olá, leitor!
Quando pensamos na situação em que se encontra nossas escolas hoje, percebemos um nível alarmante em alguns aspectos. Principalmente no que se refere a segurança e também, não menos importante, a higiene.
Principalmente nas redes públicas, podemos observar uma indiferença e falta de ação por parte do governo. Em vista disso, como é possível focar na qualidade do ensino, quando questões básicas são deixadas de lado?
Na busca por transmitir o conhecimento necessário para reverter essa situação, é que se configura o objetivo desse conteúdo. Afinal, enquanto existe a vontade de mudar a situação das escolas públicas, todo conhecimento é importante. Fonte:
Informamos então, que existe um curso online gratuito de Higiene e Segurança nas Escolas. Aproveite esse curso e seja mais um que busca a melhora na qualidade do ensino, pois nossas crianças merecem. Confira mais informações a seguir!

Higiene e segurança nas escolas é fundamental

curso_online_gratuito_seguranca_e_higiene-
Quando você manda seus filhos para a escola, pois certamente você precisa trabalhar, você se sente à vontade? Infelizmente se fizéssemos essa mesma pergunta para diferentes pessoas, a resposta via de regra, seria não.
E quanto a higiene dos espaços escolares, você consegue determinar ao que seus filhos estão expostos? São perguntas que deveriam apresentar resposta rápidas e diretas, ao invés de gerar dúvidas e desconfianças.
Para que um aluno absorva todo o conteúdo que lhe é passado no dia a dia escolar, ele precisa do mínimo em segurança e principalmente higiene. Ao perceberem que existe a segurança aplicada, eles se sentem mais à vontade para aprender.
O mesmo se dá pela higiene do local, das salas de aulas, pátios, cantinas e por aí vai. São questões que nem deveriam ser discutidas, afinal, qualquer instituição de ensino é merecedora de recursos mínimos para se trabalhar.
Mas saiba que essa ausência é em grande parte atribuída aos profissionais presentes diariamente nesses ambientes. É necessário refletir sobre isso, pois é fácil reverter essa situação e trazer qualidade de ensino às crianças.
Conheça o posicionamento do curso disponibilizado por meio de plataforma da ABELINE, logo a seguir!

ABELINE disponibiliza conhecimento onde importa

O material oferecido aos alunos neste curso, pode vir a ser útil não somente ao âmbito educacional. São ensinamentos e direcionamentos que você pode exercer em qualquer lugar que desempenhar uma função.
O principal objetivo do curso de Higiene e Segurança nas Escolas, é colocar em foco aos profissionais a importância de estar atento a isso. É oferecer um ângulo diferenciado de uma situação em que muitos determinam sem saída.
No entanto, é simplesmente o oposto, ou seja, por meio da conscientização do papel de cada um é que se consegue atingir um objetivo maior. Pois criar uma cultura de paz e de higiene adequada cabe em todo lugar, acima de tudo nas escolas.
Essa é sem dúvidas, mais uma tentativa da Associação Brasileira de Educação Online (ABELINE) de direcionar os esforços e oportunidades onde realmente importa. Portanto, o que de fato desenvolve um país, são suas escolas e o ensino passado em cada uma, por que então não melhorar essa fundamental instituição?
Veja o que você vai aprender neste curso logo abaixo!

Conteúdo programático do curso

O conteúdo do curso se divide entre higiene e a segurança, dessa forma, você é capaz de abordar tudo de mais importante. Você conta com 10 módulos aperfeiçoados com tópicos essenciais e bem colocados, veja todos eles:
  • 1º Módulo – Introdução;
  • 2º Módulo – Higiene: Construção Histórica do Conceito;
  • 3º Módulo – Higiene e Educação;
  • 4º Módulo – Higiene no Trabalho do Funcionário;
  • 5º Módulo – Segurança: Construção Histórica do Conceito;
  • 6º Módulo – Segurança na Sociedade e na Comunidade;
  • 7º Módulo – Segurança na Escola;
  • 8º Módulo – Segurança no Trabalho;
  • 9º Módulo – O Estatuto da Criança e do Adolescente;
  • 10º Módulo – Referências Bibliográficas.
Com uma carga horária de 90 horas aula, você será capaz de aplicar os conhecimentos adquiridos em diversas áreas profissionais, após o término. Não existe pré-requisito algum, ou seja, qualquer pessoa interessada pode participar.

Quer escolas mais seguras e limpas? Inscreva-se

Para fazer a diferença de verdade você precisa aproveitar essa oportunidade. Seja você um Educador ou mesmo um Educando, o conhecimento e a qualificação oferecidos pelo curso, são realmente positivos e com uma causa motivadora.
Se quiser aproveitar agora, você precisa apenas realizar um cadastro na página da ABELINE. Assim que acessar você já visualiza no canto direito superior o botão “Cadastre-se”, ali você precisa preencher um cadastro rápido e simples.
Mas se preferir ser mais direto e aproveitar de imediato o curso, acesse a página do curso de Higiene e Segurança nas Escola. Logo de cara você já encontra o botão “Assinar Grátis”, agora é só preencher o cadastro rápido e aproveitar esse material imperdível.
Até breve!

Rejeitada obrigação de órgãos públicos disponibilizarem internet sem fio a cidadãos


A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados rejeitou, na quarta-feira (20), por inadequação financeira e orçamentária proposta que pretendia obrigar órgãos públicos (incluindo estatais) de União, estados, Distrito Federal e municípios a disponibilizarem internet sem fio nas repartições para uso dos cidadãos.
O texto – Projeto de Lei 2021/11, do deputado João Arruda (MDB-PR) – previa a limitação de usuários externos (para evitar o congestionamento do sistema) e excluía os bancos da obrigatoriedade de fornecimento de internet sem fio.
Relatora no colegiado, a deputada Yeda Crusius (PSDB-RS) destacou normas previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para justificar a rejeição da matéria, que não apresenta estimativas quanto ao impacto orçamentário e financeiro nem a respectiva compensação aos cofres públicos.
“Portanto, não temos alternativa senão considerar o projeto inadequado e incompatível quanto ao aspecto orçamentário e financeiro”, disse.
Também foi rejeitado em parecer terminativo o substitutivo da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público ao PL 2021/11.
As proposições deverão ser arquivadas, a menos que haja recurso.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Reportagem – Murilo Souza 
Edição – Marcelo Oliveira

    VEREADOR MARQUINHO DA COOPERATIVA COBRA INSTALAÇÃO DE ACADEMIA DE RUA NOS BAIRROS JARDIM ÁUREA E MONT SERRAT


    Zelando pelo bem-estar e pela saúde dos munícipes que residem nos bairros Jardim Áurea e Jardim Mont Serrat, o vereador Marquinho da Cooperativa apresentou um requerimento na Câmara Municipal de Varginha solicitando ao prefeito informações sobre a instalação de academias de rua nessas localidades.
    “Os moradores do Jardim Áurea e Mont Serrat cobram por esse espaço há muito tempo, porém até o momento a Prefeitura não instalou os equipamentos. Essas academias serão importantes não apenas para os bairros, mas para a população de maneira geral, que terá um lugar para realizar atividades físicas e melhorar a qualidade de vida, principalmente as pessoas que não tem condições financeiras ou que não são gostam de frequentar as academias convencionais”, explicou o vereador.
    Em seu requerimento, o vereador questionou a Administração quanto à previsão de início dessas obras e pediu informações sobre os equipamentos já disponíveis para a instalação.
    Marquinho pediu ainda, urgência na instalação dos equipamentos e destacou que as academias de rua têm apresentado resultados positivos em todos os bairros onde estão em funcionamento, incentivando a prática de atividades físicas, promovendo o convívio e a integração da comunidade.


    Vidas Secas, de Graciliano Ramos

    Olá, leitor!
    Vidas Secas, de Graciliano Ramos, é um romance que faz parte da segunda fase do modernismo brasileiro – geração de 1930. Publicado em 1938, essa obra retrata a saga de uma família de retirantes nordestinos e as suas dificuldades de vida no sertão nordestino, narrando a história tão tipicamente brasileira da fuga das secas.
    Este livro é considerado umas das mais importante obras da literatura brasileira, devido a sua temática e a tensão apresentada no romance, que aborda questões entre o homem e o mundo, bem como a dificuldade da vida em meio ao caos da nossa realidade. Fonte:
    Durante a narrativa, deparamo-nos com os mais variados ângulos do conjunto social a região do Nordeste onde as ações acontecem, sendo o próprio sertão um personagem responsável por essas ações da tragédia da vida humana, permeados por uma vida difícil e repleta de angústias.
    Vidas Secas não é um livro que se constitui em uma única história – com exceção do primeiro e do último capítulo. Ou seja, os demais capítulos se constituem em um conglomerado de histórias sem uma sequência narrativa compostas de células diferentes, mas com os mesmos personagens, que compõe as temáticas principais do livro: a vida dura no sertão e a angústia dos retirantes.
    Fabiano reconhece a extensão de suas dificuldades. O sertão seco, o patrão, o soldado e o agente da prefeitura. Tudo era contra ele. – O que sou não sei, seio o que não sou. Amor aqui está distante ou não existe. Diante da desgraça do homem sertanejo exilado do mundo social, alimentado por desejos e não sonho, ele deixa de ser. Não é possível sonhar onde a miséria não permite isso. Sinhá Vitória sonha pequeno. Sonha em ter uma cama com correias de couro.”

    Estrutura da obra

    livro_vidas_secas
    Vidas Secas, quarto romance do escritor brasileiro Graciliano Ramos, escrito entre os anos de 1937 e 1938, publicado pela editora José Olympio, em 1938, tendo ilustrações feira pelo artista plástico Aldemir Martins.
    A obra divide-se em 13 capítulos, eles são:
    • Capítulo I – Mudança
    • Capítulo II – Fabiano
    • Capítulo III – Cadeia
    • Capítulo IV – Sinhá Vitória
    • Capítulo V – O Menino Mais Novo
    • Capítulo VI – O Menino Mais Velho
    • Capítulo VII – Inverno
    • Capítulo VIII – Festa
    • Capítulo IX – Baleia
    • Capítulo X – Contas
    • Capítulo XI – Soldado Amarelo
    • Capítulo XII – Mundo coberto de penas
    • Capítulo XIII – Fuga

    Resumo da obra

    No primeiro capítulo, deparamo-nos com a narrativa das dificuldades da vida dura de uma família sertaneja de retirantes a cruzar o árido e seco sertão. Em meio à caatinga, Fabiano e sua família partem da fazenda em que trabalham por causa da seca em busca por uma nova vida e uma melhor condição de existência. Assim, começamos o livro a entender que a vida das personagens da obra está presa sempre a esse ciclo sem fim, fugindo da miséria para encontrar lugares onde possam viver dignamente, pois assim que a família se instala, as coisas ficam ruim depois de certo tempo e eles são obrigados a se retirarem novamente para outro lugar.
    Aos poucos, vamos conhecendo mais acerca dos personagens através das histórias presentes nos capítulos, Fabiano, por exemplo, apresenta-se através de um típico sertanejo sem instruções, ou seja, educação, tratado sempre com brutalidade pelo patrão e pelas pessoas, como se fosse um animal, e que vive em condições miseráveis com a sua família, sendo obrigado a mudar-se constantemente para fugir da seca.
    Sinhá Vitoria, esposa do Fabiano, por sua vez, é uma personagem caracterizada pela fé e pela esperança de dar uma vida melhor para seus filhos, pois não suportava a miséria em que viviam e trabalhava arduamente para auxiliar Fabiano em casa. Contudo, era uma mulher esperta que sabia fazer contas e era um pouco letrada, sem responsável por livrar o marido de ser trapaceado diversas vezes devido ao pouco de instrução que possuía. Sinhá Vitória possui um sonho simples, além de dar melhores condições para os filhos, que era te ruma cama de fita de couro para dormir.
    Os filhos, por sua vez, não possuíam nomes, sendo caracterizados pelo mais novo e mais velho. O mais novo era um ingênuo que via no pai uma figura exemplar, querendo ser como ele quando crescer. O mais velho, queria aprender sobre as coisas, queria estudar conhecer as palavras, sendo uma das passagens mais marcantes dele na obra, quando ouve a palavra inferno e insiste em perguntar aos pais o que essa palavra significava, tendo como respostas coisas vagas e um cascudo na cabeça. Devido a esse desejo e a curiosidade, acaba se tornando um garoto mais introspectivo que encontra consolo na cadela de estimação da família, a Baleia.
    A família encontra uma fazenda abandonada e acabam se instalando por lá, contudo, depois de um tempo, os donos da fazenda aparecem e acabam por contrata Fabiano e a família como empregados. Fabiano mais uma acaba sendo tratado mal pelos patrões e percebe que sua vida está presa a essas angústias. Certo dia, devido uma aposta, acaba sendo preso devido ao Soldado Amarelo, que por vingança de ter perdido no jogo para Fabiano, faz com que o prenda. Nessa passagem Fabiano fica preocupado com a família e até mesmo chega a pensar em como ela é um fardo em sua vida.
    Depois de solto, Fabiano volta para a fazenda e segue sua vida normalmente, contudo, o seu patrão passa a tratá-lo mais mal ainda, inclusive ameaçando constantemente a expulsar Fabiano e sua família da fazenda.
    Os dias vão se passando, alguns períodos de chuva chegam e dão um pouco de esperança à família. Com a chegada do Natal, a família vai á festa da cidade e Fabiano acaba ficando bêbado e se metendo e quase arrumando confusão com o Soldado Amarelo novamente. Contudo decide ir embora e acaba encontrado o soldado perdido no mato e, mesmo que o primeiro impulso dissesse para ele matá-lo, Fabiano o ajuda a encontrar o caminho de volta para a cidade.
    Numas das passagens mais marcantes do livro, com a passagem dos dias e a chegada de uma nova seca, Fabiano percebe que a cadela Baleia encontra-se muito debilitada, portanto, decide sacrificar a cachorra para amenizar o sofrimento do animal.
    Sinhá Vitória recolhe os filhos que protestavam e Fabiano acaba atirando contra Baleia, acertando-a nas patas traseiras e fazendo-a cair Baleia neste momento até pensa e morder o dono quando ele se aproxima para acabar com o seu sofrimento, contudo, acaba não fazendo mesmo sentindo raiva dele, porque via Fabiano como seu dono e seu companheiro. Assim, a cadela acaba por alucinar e ver um paraíso de cachorros, onde existia muitos preás a correrem pelo sertão e que ela podia caçá-los e comê-los à vontade; assim, Baleia acaba morrendo.
    Assim a seca vai se aproximando até Fabiano e sua família decidir mais uma vez se mudar por causa da miséria da seca. Entretanto, desta vez, decidem-se por seguir rumo ao sul, atrás de novas oportunidades e vidas melhores na cidade grande.
    ” Uma angústia apertou-lhe o pequeno coração. Precisava vigiar as cabras: àquela hora cheiros de suçuarana deviam andar pelas ribanceiras, rondar as moitas afastadas. (…) Agora parecia que a fazenda se tinha despovoado. Baleia respirava depressa, a boca aberta, os queixos desgovernados, a língua pendente e insensível. Não sabia o que tinha sucedido. O estrondo, a pancada que recebera no quarto e a viagem difícil do barreiro ao fim do pátio desvaneciam-se no seu espírito. (…) A tremura subia, deixava a barriga e chegava ao peito de Baleia. Do peito para trás era tudo insensibilidade e esquecimento. Mas o resto do corpo se arrepiava, espinhos de mandacaru penetravam na carne meio comida pela doença. Baleia encostava a cabecinha fatigada na pedra. A pedra estava fria, certamente Sinhá Vitória tinha deixado o fogo apagar-se muito cedo. Baleia queria dormir. Acordaria feliz, num mundo cheio de preás. E lamberia as mãos de Fabiano, um Fabiano enorme. As crianças se esponjariam com ela, rolariam com ela num pátio enorme, num chiqueiro enorme. O mundo ficaria todo cheio de preás, gordos, enormes.” 

    Contexto histórico

    Vidas Secas possui um contexto histórico muito importante, pois retrata um período da década de 1930, onde o nordeste brasileiro sofreu uma grande seca e muitos sertanejos sofreram com isso. Como também, devido a turbulência política no Brasil naquela época, devido a influência da grande depressão norte-americana na economia mundial, além da instalação do Estado Novo e o regime autoritário de Getúlio Vargas. A ideologia marxista do autor também pode ser encontrada em diversos aspectos em Vidas Secas.

    Relevância da obra

    Essa obra faz parte da segunda geração do modernismo brasileiro, consolidada após a Semana de Arte Moderna de 1922, onde se visava buscar uma produção artística mais regionalistas, com uma identidade de caráter mais nacionalista.
    Para Ramos, o sertão consolidou-se como matéria-prima para sua obra, fazendo com que sua escrita ficasse repleta de regionalismo e os temas sociais dos sertanejos estivessem presentes em sua obra.
    A liberdade da informalidade, bem como o uso de linguagem regional, também ajuda a caracterizar o modernismo deste livro, pois busca-se uma experimentação linguística na composição das obras literárias.
    Outros dois pontos interessantes são que a obra se constitui num romance que pode ser considerado um livro de contos, devido a variação narrativa presente no livro, além disso, o aprofundamento psicológico utilizado pelo autor nas personagens as faz se tornarem complexas e verdadeiras.

    Narrador, foco narrativo e linguagem

    Nesta obra a narrativa acontece em terceira pessoa (heterodiegético), através de um narrador onisciente, que por muitas vezes passa a se pronunciar através de discursos livres indireto.
    O própria narrador nos revela o interior psicológico das personagens, mostrando-nos aos seus maiores medos, desejos e fraquezas, tendo como foco narrativo a construção de pensamentos dos personagens em imagens através das palavras.
    A linguagem, por sua vez, é caracterizada através de regionalismo e a oralidade do contexto social e geográfico dos personagens do livro.

    Tempo e espaço

    O tempo da obra apresenta-se num período de duas secas, que podemos dizer que se trata de um período de dois anos mais ou menos. Contudo, mesmo em que alguns momentos possuam referencias temporais e cronológicas, o tempo da narrativa se dá de forma cíclica e psicológica.
    O espaço é o sertão nordestino, um ambiente físico de extrema secura, que fornece poucas condições de sobrevivência aos sertanejos, sendo o espaço traduzido em muitas questões ao decorrer da obra, desde a concisão da linguagem que casa com a secura do sertão, até mesmo com o pouco conhecimento, palavras e fala dos personagens sofridos, onde apenas ganham voz ao relevar dos seus pensamentos através do narrador.

    Principais personagens

    Os principais personagens de Vidas Secas, são:

    Fabiano

    O pai da família, sertanejo sofrido, mas homem bruto em sua essência, seco assim coo o sertão, sendo comparado com um bicho diversas vezes. Pouco comunicativo, releva-se apenas através das observações no narrador – assim como a maioria dos personagens da obra. Protagonista da história, nordestino pobre que bisca condições melhores de vida com a família, mas que mal sabe se comunicar e, devido a sua ignorância e sua atitude selvagem, se dá melhor lidando com os bichos.

    Sinhá Vitória

    Esposa de Fabiano e mãe dos meninos, que apenas deseja uma vida melhor para os seus filhos e uma cama de armação de couro para dormir. Apesar de possuir um pouco mais de instrução do que o comum para sertanejos pobre, é uma mulher que fala pouco também, mesmo podendo se expressar de uma forma mais clara. Representa a mulher nordestina trabalhadora e esperançosa, sempre a sonhar com uma vida melhor.

    Os filhos

    Ambos os filhos representam as crianças sertanejas pobres e sofridas que vivem na miséria das secas. O filho mais novo vê com admiração o pai, querendo ser igual a ele, um homem trabalhador a cuidar dos bichos. O filho mais velho, por usa vez, de natureza mais curiosa e com vontade de aprender, vê-se mais próximo à mãe devido ao tratamento áspero do pai.

    Baleia

    A personagem mais humana e comunicativa da narrativa, mesmo sendo um animal e não podendo falar. Baleia é a cachorra da família e, propositalmente, é a personagem que mais se assemelha a ser humano em toda sua complexidade, pois sente as emoções que deveriam se sentidas também pelos outros personagens humanos da narrativa.

    Soldado Amarelo

    Uma espécie de antagonista da história, representante do autoritarismo da ditadura Vargas e símbolo de repressão, tendo uma índole corrupta e oportunista, sendo um covarde disfarçado de homem valente.

    Breve análise da temática da obra

    Vidas Secas é uma obra que retrata a pobreza e as duras condições de vida dos sertanejos perante à seca, colocando em questão a vida miserável dos sertanejos pobres, jogados à própria sorte para subsistirem.
    Um povo sempre a procura de melhores condições de vida que vivem coo retirantes, procurando por uma oportunidade de vida melhor e uma ascensão social e econômica, mas que estão presos a esse ciclo devido a inexistência de possibilidades de uma melhora de vida.
    A temática da exploração e falta de auxilio social de quaisquer setores – seja da igreja, dos governos, da justiça e da sociedade em si – e que acabam sendo obrigados a viverem nessa angústia e miséria do sertão.
    “Pelo espírito atribulado do sertanejo passou a ideia de abandonar o filho naquele descampado. Pensou nos urubus, nas ossadas, coçou a barba ruiva e suja, irresoluto, examinou os arredores. Sinhá Vitória estirou o beiço indicando vagamente uma direção e afirmou com alguns sons guturais que estavam perto. Fabiano meteu a faca na bainha, guardou-a no cinturão, acocorou-se, pegou no pulso do menino, que se encolhia, os joelhos encostados no estômago, frio como um defunto. Aí a cólera desapareceu e Fabiano teve pena. Impossível abandonar o anjinho aos bichos do mato. Entregou a espingarda a Sinhá Vitória, pôs o filho no cangote, levantou-se, agarrou os bracinhos que lhe caíam sobre o peito, moles, finos como cambitos. Sinhá Vitória aprovou esse arranjo, lançou de novo a interjeição gutural, designou os juazeiros invisíveis.”
    Até logo!
     

    IFSC abre inscrições para cursos técnicos gratuitos

    Olá, leitor!
    O Instituto Federal Santa Catarina (IFSC) abre inscrições para cursos técnicos gratuitos. Ao todo são 1.937 vagas distribuídas entre 49 cursos técnicos nas modalidades concomitante, integrados, subsequentes e Proeja para jovens e adultos.
    Os interessados encontram cursos como: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas, Técnico em Meio Ambiente, Técnico em Produção de Moeda, Técnico em Eletromecânica, entre outros.
    A carga horária varia de curso para curso, bem como os pré-requisitos exigidos, portanto, é importante acessar o edital para saber exatamente as especificações técnicas e os locais onde serão realizados os cursos.
    Os cursos oferecidos visam alcançar os estudantes que estão realizando o Ensino Médio e as pessoas que já concluíram o Ensino Médio. As inscrições vão até o dia 3 de julho de 2018, e não existe taxa alguma de inscrição.
    Veja a seguir alguns dos cursos oferecidos ou acesse o edital acima para encontrar todos os cursos, confira:
    • Técnico em Eletromecânica;
    • Técnicos em Têxtil;
    • Técnico em Administração;
    • Técnico em Agroecologia;
    • Técnicos em Edificações;
    • Técnico em Mecânica;
    • Técnico em Meio Ambiente;
    • Técnico em Meteorologia;
    • Técnico em Saneamento;
    • Técnico em Segurança do Trabalho.
    Para realizar a inscrição é necessário acessar o Portal de Inscrições do IFSC. O processo seletivo será realizado por meio de sorteio no dia 5 de julho de 2018.
    Aproveite essa oportunidade para ampliar sua capacitação com um curso técnico. Esse pode ser o diferencial na hora de procurar uma vaga no mercado de trabalho.Fonte:
    Boa aula e até mais!

    Comissão aprova advertência em medicamentos de uso exclusivo pelo SUS

    Proposta pretende impedir a comercialização indevida de remédios desviados do SUS
    A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (20) alteração na Lei de Licitações (8.666/93) para tornar obrigatório alerta sobre o uso exclusivo pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de medicamentos comprados pelo Poder Público.

    Pelo texto aprovado, os alertas deverão estar em rótulos e embalagens dos produtos. A medida pretende impedir desvios de medicamentos do SUS para comercialização em farmácias particulares.

    A relatora no colegiado, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), recomendou a aprovação do texto principal que veio do Senado – Projeto de Lei 5422/13 – e, por economia, processual, recomendou a rejeição dos dois projetos apensados.
    Cleia Viana / Câmara dos Deputados
    Audiência pública para debater sobre a PEC 287, que trata da Reforma da Previdência, no que se refere à equiparação entre homens e mulheres, para fins de aposentadoria. Dep. Jandira Feghalli (PCdoB-RJ)
    Jandira Feghali: "O comando antes oriundo de um ato infralegal, ganha, com a aprovação da proposta, o peso de uma lei com todas as suas implicações"
    Um alerta impresso em rótulos e embalagens dos medicamentos adquiridos para uso nos serviços do SUS servirá para chamar a atenção do consumidor sobre o uso restrito do produto e poderá contribuir evitar desvios”, observou.
    Apesar de considerar os projetos apensados também importantes, a relatora optou por recomendar a aprovação apenas do principal para evitar que a matéria precise retornar à análise do Senado.

    “Além disso, a redação dada à matéria apenas estabelece que os alertas sirvam para impedir desvios e comercialização indevida, sem fixar qual seria a mensagem, algo que ficará no campo da discricionariedade da regulamentação”, destacou.

    Apesar de já haver regulamentação do SUS sobre a medida, Vanessa Grazziotin considera importante que a determinação esteja prevista em lei.

    TramitaçãoO projeto ainda será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

    ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

    Reportagem – Murilo Souza
    Edição – Natalia Doederlein

    sexta-feira, 22 de junho de 2018

    Especialistas apresentam sugestões para melhorar Justiça e segurança pública no País

    Prisão após condenação em segunda instância, fim das indicações políticas para ministros de tribunais superiores, integração das polícias e implantação do chamado ciclo completo estão entre os temas propostos em seminário na Câmara

    Cleia Viana/Câmara dos deputados
    Seminário -  30 anos da Constituição Federal: Reforma do Poder Judiciário e do Sistema de Segurança Pública
    Seminário reuniu representantes das Forças Armadas, polícias, Justiça, Ministério Público e Defensoria Pública
    Especialistas reunidos em seminário realizado nesta quinta-feira (21) pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados apresentaram sugestões de mudanças para melhorar a Justiça e a segurança pública do País. Contribuíram para o debate representantes das Forças Armadas, polícias, Justiça, Ministério Público, entre outros.
    A possibilidade de prisão para condenação em segunda instância foi um dos temas debatidos no seminário. Segundo o representante da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), Francisco Maia, a medida é uma conquista da sociedade, que vislumbra o fim da impunidade. Ele afirmou, no entanto, que tem receio de o Supremo Tribunal Federal (STF) acabar com essa possibilidade.
    Francisco Maia também criticou o critério por indicação política em tribunais superiores e defendeu o fim da vitaliciedade do mandato de ministro do STF.
    O deputado Izalci (PSDB-DF) também destaca a importância da aprovação pelo Congresso da lei do Sistema Único de Segurança Pública, que prevê a integração das polícias federal e estaduais, das secretarias de segurança e das guardas municipais.
    "Até hoje não havia compartilhamento de informações. Às vezes você tinha um criminoso em Goiás que vinha para o DF e aqui ele tinha uma ficha limpa porque não havia um banco de dados nacional. Isso aí nós avançamos um pouco. E criamos o Ministério da Segurança Pública, que é um passo também", destacou.
    Agilidade
    Ouça esta matéria na Rádio Câmara
    Para tornar mais ágil a ação policial, o chamado ciclo completo de polícia foi defendido pelo Capitão Wagner Neves, assessor jurídico do departamento pessoal da Polícia Militar do Distrito Federal.
    Atualmente a Polícia Militar prende em flagrante quem comete crimes. Também conduz envolvidos à delegacia e apreende objetos. Na avaliação de Wagner Neves, o ideal seria que, em vez de prender em flagrante o indivíduo e levar à delegacia, o policial o pudesse levar diretamente ao juiz para a audiência de custódia e avaliação sobre a conveniência da prisão. "Você suprimiria uma etapa, que, a depender do caso, é desnecessária”, justificou.
    Viés de encarceramento 
    Sobre a prisão em segunda instância, o representante da Defensoria Pública da União, Eduardo Queiroz, acredita que ela viola cláusula pétrea da Constituição. Ele afirmou ainda que, ao longo de 30 anos após a promulgação do texto constitucional, o Brasil ganhou o que ele chama de viés de encarceramento.
    "O que a Defensoria vê é que realmente esses avanços penais na questão de punição precisam de um certo ordenamento. Uma das iniciativas pensadas, até na criação do Sistema Único de Segurança Pública, é produzir conhecimento na questão do enfrentamento à criminalidade porque não dá para agir só em resposta ao clamor das ruas", defendeu.
    Reportagem - Luiz Cláudio Canuto
    Edição - Geórgia Moraes

    Como você pode aprender novas expressões em italiano todos os dias

    Olá, leitor!
    Aprender um novo idioma é fundamental para o seu desenvolvimento pessoal e profissional. E um idioma bem conhecido no mundo é o italiano! Para você ter mais incentivo, sabia que a Itália, raíz do idioma, é uma das maiores forças econômicas do mundo?
    Mesmo se você quer conhecer o país, e por isso busca se aprofundar no idioma, aprender italiano pode ser importante para você para:
    • Empregos em empresas;
    • Habilidades comunicativas;
    • Pesquisas acadêmicas;
    • Conhecimento profundo na cultura e arte italianas.
    Sem dúvida, em uma viagem à Itália você certamente irá se apaixonar pela forma em que o idioma é falado, gesticulado e expressado. Como o foco do texto são as expressões, trazemos neste texto palavras, expressões, e algumas frases que você pode usar em viagem, caso vá viajar para Itália!
    Espero que este texto seja útil para você colocar em prática essa língua tão bela e variada. Confira! Fonte:

    Palavras do dia a dia

    Apresentamos a seguir uma lista de palavras em italiano que são fáceis de aprender. Inclusive, se quiser pode imprimir e usar algumas todos os dias. Treinar em casa, ou utilizar quando for ao trabalho ou passear.
    • Ciao (oi e tchau)
    • Scusi (desculpe, com licença)
    • Grazie mille (muito obrigado)
    • Per favore (por favor)
    • Niente (nada)
    • Nessuno (ninguém)
    • Non capisco italiano (não entendo italiano)
    • Bisogno (preciso)
    • Voglio / Vorrei (quero)
    • Biglietto (passagem)
    • Treno (trem)
    • Pullman / Bus (ônibus)
    • Metropolitana (metrô)
    • Acquistare (comprar)
    • Arrivederci (até logo)
    • Buongiorno (bom dia)
    • Buon pomeriggio (boa tarde)
    • Buona sera (boa noite)
    • Buonanotte (boa noite, quando estiver indo dormir)
    • Piazza (praça)
    • Duomo (catedral)
    • Ospedale (hospital)
    • Ristorante (restaurante)
    • Caffè (bar, cafeteria)
    • Bagno (banheiro)
    • Riso (arroz)
    • Burro (manteiga)
    • Birra (cerveja)
    • Bicchiere (copo)
    • Pranzo (almoço)
    • Cena (janta)
    • Colazione (café da manhã)
    • Sinistra (esquerda)
    • Destra (direita)
    • Lunedì (segunda-feira)
    • Martedì (terça-feira)
    • Mercoledì (quarta-feira)
    • Giovedì (quinta-feira)
    • Venerdì (sexta-feira)
    • Sabato (sábado)
    • Domenica (domingo)

    Palavras italianas para definir a data

    • Segunda-feira: lunedì;
    • Terça-feira: martedì;
    • Quarta-feira: mercoledì;
    • Quinta-feira: guivedì;
    • Sexta-feira: venerdì;
    • Sábado: sabato;
    • Domingo: domenica;
    • Janeiro: gennaio;
    • Fevereiro: febbraio;
    • Março: marzo;
    • Abril: aprile;
    • Maio: maggio;
    • Junho: giugno;
    • Julho: luglio;
    • Agosto: agosto;
    • Setembro: settembre;
    • Outubro: ottobre;
    • Novembro: novembre;
    • Dezembro: dicembre.

     Gírias e expressões em italiano

    Agora vamos passar para vocês algumas gírias e expressões em italiano. As gírias são importantes para aqueles que vão viajar para a Itália, e por acaso, se quiserem se comunicar com mais facilidade, tem essa opção.
    As expressões são importantes para conhecer mais a fundo o idioma e se familiarizar com a língua italiana. Anota aí e treine muito!
    “Che Figo !” | “Que legal!” / “Genial!”
    “Che schifo!” | “Que nojo!”
    “In bocca al lupo” | “Boa sorte”
    “Fregatura” | “Roubo” (no sentido figurado, de abuso)
    “Figurati!” | “Não se preocupe!”,
    “Mannaggia” | “Droga!
    “Devo filare” |”Fui…”
    “Che cavolo” | “Que droga”/”Porcaria!”
    “Cascasse il mondo” | “De qualquer jeito”/”Mesmo que o mundo acabe”
    “Dai!” – “Me deixa em paz”,  “Vamos lá!
    “Basta!” – “Chega!” ” Está bom”
    “Ma che me ne frega!” – Que me importa, não é da minha conta”.
    “Passare la notte in bianco” – Passar a noite em branco.
    “Essere bianco dalla paura” – Ter muito medo.
    “Far venire i capelli bianchi” – Quando uma situação é tão preocupante a ponto de te deixar grisalho.

    Frases básicas em italiano para viagem

    A seguir apresentamos frases básicas para quem vai viajar para Itália e quer se comunicar bem no país!
    Apresentar-se:
    Ciao, mi chiamo Julio, sono brasiliano. Piacere.
    Olá, meu nome é Julio, sou brasileiro. Prazer!
    Comprar passagem de trem:
    Vorrei un biglietto per Milano Centrale, solo andata. Quanto viene?
    Quero uma passagem para a estação central de Milão, somente de ida. Quanto custa?
    Perguntar onde fica um lugar / como chegar:
    Scusi, dovè il Colosseo? / Come arrivo a la Stazione Centrale?
    Desculpe, onde fica o Coliseu? / Como chego à estação central?
    Fazer uma reserva:
    Buongiorno (buonasera) vorrei prenotare un tavolo per due, per questa sera.
    Bom dia (boa noite) quero reservar uma mesa para dois, para esta noite.
    Pedindo a comida:
    Vorrei un piatto di spaghetti a la carbonara, e da bere una birra per favore.
    Quero um prato de espaguete a la carbonara, e para beber uma cerveja por favor.
    Pedindo a conta:
    Scusi signore, mi può portare il conto per cortesia?
    Desculpe senhor, pode me trazer a conta por favor?
    Fazendo compras:
    Mi può aiutare? Sto cercando un paio di pantaloni. / Posso provare? / Non mi va bene è troppo stretto.
    Pode me ajudar? Estou buscando um par de calças. / Posso provar? / Não ficou bem, é muito apertado.
    Pagamento com cartão:
    Quanto viene? Accettate carte di credito?
    Quanto custa? Aceita cartão de crédito?
    Problemas no caixa eletrônico:
    Scusi, il bancomat non funziona, ho bisogno di prelevare contanti.
    Desculpe, o caixa eletrônico não funciona, preciso sacar dinheiro.
    Câmbio de dinheiro:
    Buongiorno, vorrei cambiare alcuni dollari in euro. Quanto è il cambio?
    Bom dia, quero trocar alguns dólares em euros. Quanto está o câmbio?
    Chegando no hotel:
    Buonasera, ho una camera prenotata. Ecco qua i miei documenti. A che ora è la colazione? Grazie.
    Boa noite, tenho um quarto reservado. Aqui estão os meus documentos. Que hora é o café da manhã? Obrigado.
    Bagagem extraviada:
    Scusi signore, il mio bagaglio non è arrivato ancora.
    Desculpe senhor, minha bagagem ainda não chegou.
    Situação de emergência:
    Ho bisogno di aiuto (un medico), è una emergenza.
    Preciso de ajuda (um médico), é uma emergência.

    Internet: uma ótima ferramenta quando você não conhece um idioma

    Com a internet, é ainda mais fácil aprender italiano.  Há diversas formas de aprender, inclusive, se divertindo. Que tal assistir a programas, jogos de futebol e filmes em italiano? Pois essa será uma forma de tornar o aprendizado deste idioma realmente divertido, já que ao fazer dele algo agradável, você passa a ter mais chances de sucesso.
    É isso pessoal, você não precisa falar italiano perfeito para poder viajar, ou até mesmo se comunicar, basta aprender frases básicas em italiano para se dar bem. É possível ver telejornais, jogos de futebol e de outros esportes e filmes falados no idioma.
    Doses diárias de estudo
    Primeiro, quando você escolhe o italiano para estudar sabe que assim como o português, é um idioma de origem latina, e isso facilita muito o nosso aprendizado.
    Gramática, formação de palavras, vocabulário, pronúncia, tudo é muito parecido entre os dois idiomas. Por isso, vale a pena se dedicar diariamente aos estudos. Um pouco por dia é o melhor método, garantem os especialistas e você poderá comprovar isso.
    Sim, não adianta estudar cinco horas em um dia e depois passar quase uma semana sem rever nenhum conteúdo ou sem aprender pelo menos algumas palavras novas. 
    Hoje, para aprender um novo idioma você só precisa de boa vontade. O acesso a instrumentos didáticos é infinito. Você também pode usar uma ferramenta online para traduzir suas frases ou palavras.
    Além disso, é interessante variar o tipo de recurso utilizado para não ficar acomodado ao seu ritmo de estudo. Um dica é olhar um filme hoje e tentar traduzir, outro dia escutar música, no outro treinar as expressões e assim por diante.
    Aprender italiano deve, acima de tudo, ser uma atividade prazerosa e que pode ser incluída facilmente em seu dia a dia.
    Para tirar dúvidas de expressões e palavras, você pode até utilizar o Google Tradutor. Quem está aprendendo este idioma tão importante no mundo, precisa saber que o italiano é um idioma europeu e a União Européia possui um padrão comum de nivelamento de idioma, que é dividido da seguinte forma:
    • Nível A1: Iniciante;
    • Nível A2: Básico;
    • Nível B1: Intermediário;
    • Nível B2: Independente;
    • Nível C1: Proficiência;
    • Nível C2: Domínio pleno (fluência).
    E para a sua curiosidade, entre os países que contam com o italiano como língua oficial, encontramos:
    • Itália (obviamente) com cerca de 60 milhões de falantes nativos;
    • Suíça com 471 mil falantes nativos;
    • San Marino (3º menor estado da Europa) com cerca de 30 mil pessoas falando italiano;
    • Vaticano (menor estado europeu) com mil falantes italianos.
    • Croácia: menos de 5% da população (cerca de 200 mil pessoas) falam um idioma diferente do croata (italiano, entre outros);
    • Eslovênia, onde é falado por pelo menos 0,5% de italianos eslovenos (cerca de 10 mil pessoas).
    Use e abuse de seus gestos. Sem dúvida, estudar esse idioma é um investimento altamente seguro e recomendável não só para profissionais de negócios, como também para amantes de cultura, arte e história, em geral.
    O contato com essa língua vai fazer você se encantar pela cultura e pelo país. Uma dica para não perder o contato com o idioma é você montar um grupo de estudos.
    Vocês podem fazer jantar com pratos italianos e tornar os encontros de estudos bem mais divertidos.
    Nada ruim estudar ao som de música italiana, comer pratos italianos e desfrutar dessa cultura. Agregue mais conhecimento para a sua vida e currículo.
    Muito além do profissional, aprender um novo idioma nos põe em contato com novos grupos, nova cultura e certamente isso permite a você experiências positivas!
    Até logo!