quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Sílvio Brito visita Museu Municipal




O cantor e compositor Sílvio Brito em passagem recente por Varginha visitou o Museu Municipal. Recebido pelo diretor Lindon Lopes, Sílvio revisitou a sala que leva seu nome e que foi inaugurada dez anos atrás, em setembro de 2008.

Segundo Lindon Lopes, “na Sala Sílvio Brito estão disponíveis os primeiros instrumentos musicais utilizados pelo artista. Há ainda troféus, como os de participação em programas como o Qual é a Música e Rei Majestade, apresentados por Sílvio Santos, além do 1º lugar em um festival de música no Uruguai. Há ainda óculos e discos do cantor”.

Sílvio Brito nasceu em Três Pontas, mas aos seis meses de idade mudou-se para Varginha. A carreira dele começou aos seis anos de idade na Rádio Clube, onde ele cantou sucessos como “Donde estará mi vida”, “Retrato de Maria”, “Sole Mio”, dentre outros. Ainda na adolescência passou a compor canções gravadas por cantores como Ronnie Von, Antônio Marcos e Vanusa.


PROJETO DE AUTORIA DO VEREADOR DUDU OTTONI É REGULAMENTADO PELA PREFEITURA



 O programa “Adote um ponto de Ônibus” foi apresentado em abril e aprovado por unanimidade pelos vereadores


A Prefeitura de Varginha regulamentou a Lei n° 6.449 que cria o programa "Adote um Ponto de Ônibus". A proposta tem o objetivo de receber a colaboração, feita diretamente por pessoas físicas ou jurídicas, na implantação, melhorias e conservação de pontos de ônibus no município.
O projeto de autoria do vereador Dudu Ottoni foi apresentado em abril e recebeu votação unânime dos 15 vereadores que compõem o legislativo municipal.  A iniciativa, do parlamentar, vai ao encontro de recorrentes manifestações na Câmara, relatando problemas como falta de manutenção ou até a inexistência do abrigo em locais de parada dos ônibus na cidade.
A Lei estabelece que o município celebre termos de cooperação com empresas e particulares (moradores), a fim de promover a limpeza, conservação e manutenção dos pontos de ônibus. O termo será celebrado pelo prazo de dois anos, podendo ser prorrogado.
Segundo o decreto, compete a Secretaria Municipal de Turismo e Comércio a viabilização técnica e a fiscalização do termo de cooperação, bem como a definição das normas e instruções técnicas.
Como contrapartida, a empresa ou morador participante poderá manter uma placa identificadora da empresa no abrigo de passageiros, que deverá ser retirada após a rescisão contratual.  Fica proibida a divulgação de textos publicitários que estimulem o consumo de bebidas alcoólicas, de cigarros, de cunho político, de violência, entre outros.
“Trata-se de um projeto que julgo ser da maior importância, pois ele abre a possibilidade do Poder Público firmar parceria com a iniciativa privada para a conservação de pontos de ônibus. Hoje Varginha conta com muitas dessas paradas de ônibus com infraestrutura de cobertura e bancos para atendimento ao cidadão em situação precária. Com essa proposta, com certeza, poderemos ter a participação da iniciativa privada na manutenção desses pontos em nossa cidade”, destacou Dudu Ottoni.


Prefeitura de Varginha ilumina Memorial do ET


Depois de realizar o cercamento do Memorial do Et, no Alto de Vila Paiva, a Prefeitura de Varginha concluiu a iluminação no seu entorno, com a instalação de 06 postes e 12 luminárias de LED com 150 Watts de potência, um investimento da ordem de R$45 mil que vai dar mais segurança a todos que por ai passam


Pequenos negócios mantêm a liderança na geração de empregos em Minas Gerais



Saldo de empregos registrado pelo segmento entre janeiro e agosto de 2018 é 34% maior que no mesmo período do ano passado 


Na semana em que se comemora o Dia da Micro e Pequena Empresa (5 de outubro), o segmento comemora o saldo recorde de empregos gerados entre janeiro e agosto deste ano. A diferença entre o número de admissões e demissões nas Micro e Pequenas Empresas (MPE) no período é positiva e supera em 34% o saldo registrado no mesmo período de 2017. É o que mostra o levantamento do Sebrae Minas, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho (MTB).

Entre janeiro e agosto deste ano, o saldo líquido de empregos nas MPE totalizou 72.657 vagas, contra 54.153 vagas no mesmo período de 2017. Em relação às Médias e Grandes Empresas (MGE), o saldo registrado pelas MPE nos oito primeiros meses deste ano é 169% maior.

O setor de serviços foi o que apresentou o maior saldo de empregos nas MPE no mês de agosto. Foram 6.513 vagas, contra 323 em julho deste ano. O número de admissões e demissões no setor também foi o mais expressivo, 34.766 e 28.253 respectivamente, ou seja, é o setor com o maior número de movimentações no mês.

A construção civil aparece em segundo lugar no saldo de empregos do segmento em agosto, com 1.839, vagas. A ocupação com maior saldo de empregos foi a de servente de obras, com 1.234 vagas.

Balanço mensal

No mês de agosto, o saldo de empregos nas MPE acumulou 123 vagas negativas. A queda foi puxada pelo setor agropecuário, que dispensou mais de 10 mil trabalhadores no mês. “Essa baixa se deve ao fim do período de colheita nas lavouras, principalmente de café, o que deve continuar no mês de setembro”, explica a assistente do Sebrae Minas Gabriela Martinez.

Belo Horizonte, Contagem e Uberlândia, São Gotardo e Ipatinga foram os municípios com o maior número de vagas geradas nos pequenos negócios em agosto.

Saldo líquido de empregos por porte e setor em Minas Gerais de janeiro agosto de 2018
Setor
MGE
MPE


Diferença de percentual entre MPE e MGE
Indústria de Transformação
7.534
8.172


8%
Construção Civil
8.820
11.975


36%
Extrativa Mineral
456
378


-17%
Serviços Industriais de Utilidade Pública
620
549


-11%
Agropecuária, Extração Vegetal, Caça e Pesca
4.085
25.799


532%
Serviços
9.222
30.832


234%
Comércio
-3.693
-5.048


37%
Total em Minas Gerais
27.044
72.657


169%

Saldo líquido de empregos por porte nas UF e Brasil em agosto de 2018
UF e Brasil
Administração Pública
Média e Grande
MPE
Saldo Total
São Paulo
570
9.494
24.180
34.244
Pernambuco
4
7.755
3.804
11.563
Paraná
61
2.220
8.058
10.339
Paraíba
3
5.207
2.034
7.244
Pará
7
2.564
3.666
6.237
Bahia
-305
3.224
1.945
4.864
Goiás
-15
189
4.547
4.721
Ceará
361
518
3.782
4.661
Minas Gerais
23
4.630
-123
4.530
Rio Grande do Norte
5
2.996
1.485
4.486
Mato Grosso
6
830
3.562
4.398
Santa Catarina
47
70
3.815
3.932
Alagoas
-1
3.156
735
3.890
Rio de Janeiro
29
-304
3.192
2.917
Distrito Federal
-9
1.447
1.354
2.792
Amazonas
42
782
968
1.792
Mato Grosso do Sul
5
-153
1.354
1.206
Amapá
-1
233
317
549
Tocantins
1
80
374
455
Piauí
0
-194
605
411
Rondônia
-291
103
500
312
Roraima
1
-36
170
135
Maranhão
-19
-955
908
-66
Acre
-1
-295
124
-172
Espírito Santo
4
-117
-275
-388
Sergipe
9
-707
105
-593
Rio Grande do Sul
-43
-4.013
28
-4.028
Brasil
493
38.724
71.214
110.431

Saldo líquido de empregos por porte e setor em Minas Gerais em agosto de 2018
Setor
Média e Grande
MPE
Saldo Total
Indústria de Transformação
841
984
1.825
Construção Civil
574
1.839
2.413
Extrativa Mineral
235
59
294
Administração Pública
0
0
23
Serviços Industriais de Utilidade Pública
155
218
373
Agropecuária, Extração Vegetal, Caça e Pesca
-1.859
-10.825
-12.684
Serviços
4.780
6.513
11.293
Comércio
-96
1.089
993
Total
4.630
-123
4.530

Saldo líquido de empregos por porte e regional em Minas Gerais em agosto de 2018
Regiões
Média e Grande
MPE
Centro

5.487
4.553

Centro-oeste e Sudoeste

125
-1.381

Jequitinhonha e Mucuri

94
369

Noroeste

-498
241

Norte

-34
371

Rio Doce e Vale do Aço

-625
42

Sul

-226
-3.701

Triângulo e Alto Paranaíba

-284
-234

Zona da Mata e Vertentes

591
-383


Sul
Saldo líquido de empregos por porte e setor na Região Sul em agosto de 2018
Número de admissões por porte e setor na Região Sul em agosto de 2018
Setor
Média e Grande
MPE
Saldo Total
Setor
Média e Grande
MPE
Saldo Total
Indústria de Transformação
-13
-26
-39
Indústria de Transformação
1.364
2.207
3.571
Construção Civil
-106
7
-99
Construção Civil
72
874
946
Extrativa Mineral
0
11
11
Extrativa Mineral
0
60
60
Administração Pública
0
0
28
Administração Pública
0
0
92
Serviços Industriais de Utilidade Pública
1
-26
-25
Serviços Industriais de Utilidade Pública
1
26
27
Agropecuária, Extração Vegetal, Caça e Pesca
-453
-4.813
-5.266
Agropecuária, Extração Vegetal, Caça e Pesca
247
1.906
2.153
Serviços
318
1.093
1.411
Serviços
1.650
4.026
5.676
Comércio
27
53
80
Comércio
857
3.383
4.240
Total
-226
-3.701
-3.899
Total
4.191
12.482
16.765
Número de demissões por porte e setor na Região Sul em agosto de 2018
Acumulado no ano
de 2018
Geral
Admissões
143.383
Setor
Média e Grande
MPE
Saldo Total
Demissões
-129.280
Saldo
14.103
Indústria de Transformação
-1.377
-2.233
-3.610


Construção Civil
-178
-867
-1.045
MPE
Extrativa Mineral
0
-49
-49
Admissões
105.387
Administração Pública
0
0
-64
Demissões
-94.136
Serviços Industriais de Utilidade Pública
0
-52
-52
Saldo
11.251
Agropecuária, Extração Vegetal, Caça e Pesca
-700
-6.719
-7.419


Serviços
-1.332
-2.933
-4.265
Comércio
-830
-3.330
-4.160
Total
-4.417
-16.183
-20.664